Trânsito e mensagens no lugar certo - OndeAgora.com
 
Balada

Balada




http://www.file.org.br

De 05 a 31 de agosto de 2008

SESI-SP RECEBE NA AVENIDA PAULISTA O “FILE 2008 MILHÕES DE PIXELS”
O FILE 2008 - Festival Internacional de Linguagem Eletrônica - acontece este ano no Centro Cultural Fiesp, de 05 a 31 de agosto de 2008, de segunda das 11h às 20h, terça a sábado das 10h às 20h, e aos domingos das 10h às 19h. A programação ocupa a Galeria de Arte, o Teatro e o Mezanino do Centro Cultural que recebem a exposição, performances e palestras.

O FILE, maior festival de arte e tecnologia do Brasil e da América Latina e um dos maiores acontecimento nesta área, há nove anos vem inserindo o país no contexto mundial da arte e tecnologia ou da mídia arte, realizando uma compilação de produções artísticas no campo das artes eletrônicas e digitais e funcionando como um indicador da pluralidade dessas produções.

Dada a diversidade da cultura digital, o FILE é um conjunto de vários festivais simultâneos: de música eletrônica, de games, inovações e grafites eletrônicos, além de cinema digital e documental. Além disso, o evento inclui um symposium internacional, um arquivo com mais de duas mil produções e um laboratório para o desenvolvimento de novos trabalhos: o FILE Labo, localizado no Centro Cultural SESI Vila Leopoldina – R. Carlos Weber, 835.

As criações que integram o FILE 2008 mostram uma grande diversidade de pesquisas e de produções nacionais e internacionais. Participam desta 9 a edição cerca de 300 artistas - entre grupos, coletivos e trabalhos individuais - de mais de 30 nacionalidades, com produções em várias áreas da cultura digital: arte interativa, games, screening , performances, discussões teóricas e, pela primeira vez, o cinema digital. Em 2008, Porto Alegre e Rio de Janeiro receberam versões do FILE, que chega numa versão inédita a São Paulo na Galeria e no Teatro do SESI - Paulista.


FILE CINEMA DIGITAL

4K

8 MILHÕES DE PIXELS

O FILE 2008 inaugura um evento inédito no Brasil: o FILE cinema digital, de altíssima definição. Quatorze filmes produzidos na tecnologia 4k, inclusive um brasileiro, serão exibidos no Teatro do SESI - Paulista, durante cinco dias. Estes filmes de pequeno formato ainda são raros, pois a tecnologia é cara e existem poucos laboratórios que a dominam.

Desenvolvido pela Sony, os projetores 4k proporcionam imagens com muito mais detalhes, de oito milhões de pixels por frame, que prometem revolucionar o cinema mundial.
O nome 4k refere-se ao número de pixels horizontais, 4.096 multiplicados por 2.160 pixels verticais gerando os 8.847.360 pixels. Daí o nome do evento este ano de FILE 2008 MILHÕES DE PIXELS. Trata-se de uma imagem quatro vezes melhor do que o blu-ray (formato de disco óptico para vídeo de alta definição) e 24 vezes mais definida que a da televisão tradicional.

Destaques da exposição:

FILE Instalações

Os destaques desse ano são:

  • The Scalable City - Sheldon Brown (EUA)
Trata-se de um jogo que consiste na construção de uma cidade virtual, interagindo com um duto de visualização de dados. Informações de satélite e de fotogrametria do solo são transformadas por meio de uma série de gestos algorítmicos exagerados. As formas desse mundo sintético são relacionadas a seu original, mas o processo de sua digestão algorítmica e re-manifestação as sobrecarregou de artefatos. Essa tensão entre o original e seu resultado é emblemática de vários conflitos subjacentes à obra.
  • PISO - Rejane Cantoni & Leonardo Crescenti (Brasil)

    Também apelidada de “Onda”, a instalação tem 25 metros de comprimento e é formada por um piso metálico que se desloca quando alguém pisa em uma de suas extremidades. Portanto, ela também tem uma interface interativa, desenhada para transferir dados de força e de movimento na relação humano-humano e na relação humano-espaço-tempo. Os visitantes podem sentar, deitar ou “s urfar na onda” dos artistas brasileiros.

    • Phantasm - Takahiro Matsuo (Japão)
    Explorar um mundo de fantasia vivenciado em algum tempo e lugar em nossa memória. Phantasm é uma instalação interativa em que os participantes se iluminam em um pequeno mundo de sonhos. Quando você segura uma esfera reluzente que libera uma luz pálida, a área se ilumina de azul-claro e borboletas brancas aparecem enquanto se ouve uma suave melodia de piano. Os insetos voam lentamente, reunindo-se junto à esfera e o perseguem quando a pessoa a movimenta. Ela é a chave para o mundo real e o da fantasia.
    • Zeitgenossen (Áustria)
    Arte e tecnologia já faz história: homenagem ao artista digital Zelko Wiener (1953-2006)

    O FILE dá início a uma série de homenagens a este artista e programador. Também mostra, pela primeira vez, o conjunto do seu trabalho de web. Era uma tarde de chuva tropical, em janeiro de 1999, quando Zelko Wiener e Ursula Hentschläger decidiram criar o site www.zeitgenossen.com como uma plataforma de desenvolvimento independente para arte e pesquisa. Até a morte de Wiener, em 2006, os autores desenvolveram três projetos de grande escala: BINARY ART SITE, OUTER SPACE IP e PHANTASMA.


    FILE Inovação

    Inédito na programação do Festival, o FILE Inovação surge como um projeto piloto na versão 2008, com o objetivo de promover a transversalidade entre ramos da ciência, da arte e da economia por meio da exibição de invenções e inovações em um contexto que tenha como elemento balizador o conceito de criatividade e de inovação aberta.

    Para que as inovações atinjam visibilidade e conectividade mais amplas, torna-se necessário superar as formas lineares de seu desenvolvimento e de sua apresentação, além de inventar novas maneiras - mais atuais, interativas e estéticas Para que as inovações atinjam visibilidade e conectividade mais amplas, torna-se necessário superar as formas lineares de seu desenvolvimento e de sua apresentação, além de inventar novas maneiras - mais atuais, interativas e estéticas – com intuito de apresentar invenções mais atraentes para o público em geral. Por um lado, desmistifica-se o conhecimento científico e tecnológico como algo restrito aos laboratórios de pesquisa e aos departamentos de desenvolvimento das empresas; e, por outro, abre-se um leque de possibilidades às inovações que foram feitas específica e linearmente para o mercado, tratando-as como algo aberto, ou seja: em rede.
    Tendo essa idéia em mente, o FILE Inovação trará cinco instalações de criadores e inventores brasileiros: 1) uma interface musical de interação direta entre cérebro e computador; 2) instalações utilizando o Sistema de Reconhecimento Automático de Fala; 3) robôs com tecnologia de robótica móvel autônoma; 4) mesa interativa; 5) simuladores de ondas e de turbilhões.

    Instalações do FILE Inovação:

    • Sistema de Reconhecimento Automático de Fala
    Desenvolvido pelo Genius Instituto de Tecnologia, trata-se do primeiro sistema de reconhecimento de voz totalmente criado no Brasil. Serão apresentadas demonstrações desse sistema por meio de um jogo/instalação interativa (o Genius voice) e via uma interface virtual de casa do futuro.

    • Simulador de Ondas e Simulador de Turbilhão
    A movimentação da água, utilizando sistemas engenhosos criados pela Steger Produção de Efeitos Especiais, possibilitou o desenvolvimento dos Simuladores de Ondas e de Turbilhão que interagem com o espectador por meio de um controle remoto. Observando e interagindo, o espectador poderá notar que, assim como na vida real, tanto o turbilhão quanto as ondas dos simuladores, ainda que influenciados por velocidades constantes, desenvolvem movimentos aleatórios e catastróficos.


    FILE Games

    Neste ano de 2008, a categoria FILE Games traz um repertório de 50 jogos eletrônicos experimentais e artísticos. Os diferentes formatos e propostas destes jogos foram desenvolvidos por produtores independentes, nacionais e internacionais. Dentre os jogos participantes, apresentam-se desde temas ligados às ciências biológicas - desafiadores de leis físicas - até diálogos com movimentos artísticos.
    Novas formas de se jogar são apresentadas como instalações-games, que conferem diferentes movimentos ao corpo humano e carregam em si propostas inovadoras de interação.
    O FILE Games mostra também uma perspectiva dos melhores jogos produzidos no Brasil nos últimos anos. Em parceria com o Ministério da Cultura, a categoria apresenta os jogos premiados pela Abragames, entidade que promove a indústria brasileira no desenvolvimento de jogos eletrônicos.
    Todos estes jogos, com diferentes temáticas, destacam-se pela qualidade em jogabilidade e direção de arte. Alguns destes jogos nacionais têm como temática a cultura brasileira, a sua história, lendas indígenas e personagens nacionais. Alguns destaques brasileiros são os Jogos BR: Zumbi, o Rei dos Palmares; Conspiração Dumont; Ayri, uma Lenda Amazônica; Iracema Aventura e Capoeira Experience . Tratam-se de propostas que ressaltam o valor da cultura brasileira e o crescente potencial da produção de jogos existente em diversas regiões do país.

    Destaques de Game instalações:

    • LevelHead - Julian Oliver (Espanha)
    É um jogo de memória espacial inspirado nos "Brinquedos filosóficos" da Europa dos séculos 18 e 19 e nos sistemas de memória ("memori loci") dos antigos gregos. LevelHead usa um cubo plástico sólido como única interface. Há três cubos (níveis) ao todo, cada qual ligado por uma única porta. Os jogadores têm a meta de mover o personagem de sala em sala, de cubo em cubo, na tentativa de encontrar a porta de saída final dos três cubos. Se encontrar, o personagem parecerá deixar o cubo, caminhar sobre a mesa e desaparecer. Aí o jogo recomeça.

    • Transpose - Jonah Warren & Steven Sanborn (EUA)
    É um instrumento de performance audiovisual. Ele capta as ações físicas do usuário por meio de uma câmera de vídeo e as traduz em som e cor em tempo real. Permite que o usuário use gestos e movimentos livres para criar som e compor canções.

    FILE Grafites eletrônicos

    • Graffiti Research Lab
    O FILE apresenta pela primeira vez no Brasil, o grafite eletrônico do Graffiti Research Lab, de 5 a 8 de agosto de 2008. Quem acompanha as evoluções do grafite sabe que há algum tempo, a tecnologia invadiu o segmento e possibilitou maneiras - antes impossíveis - de grafitar prédios e outras construções. O grupo nova-iorquino pioneiro na invenção de técnicas que desafiam as dimensões da arquitetura urbana, o Graffiti Research Lab , mostrará seu L.A.S.E.R. Tag nas ruas de São Paulo. O L.A.S.E.R. Tag é uma caneta de laser com a qual você pode grafitar prédios inteiros, com ajuda de um projetor de grande escala. Qualquer pessoa pode criar frases e desenhos com este instrumento, que já passou por construções como a ponte do Brooklyn , o Coliseu e museus e galerias como a TATE, em Londres, e MoMA, em Nova Iorque. Durante a primeira semana do FILE 2008, os paulistanos poderão ser surpreendidos com o grafite digital do Graffiti Research Lab em lugares improváveis da cidade.


    FILE-CD [CINEMA DOCUMENTA]

    DOCUMENTÁRIOS SOBRE CULTURA ELETRÔNICA
    Idealizado para ser uma mostra audiovisual sobre temas que se relacionam direta e indiretamente com a cultura eletrônica, o FILE-CD [Cinema Documenta] reúne nove trabalhos, filmes e vídeos-documentários digitais selecionados de um panorama mundial. A idéia central é o questionamento dos novos fenômenos sociais, comportamentais e culturais que emergem nos principais eventos de linguagem eletrônica.

    Além do espaço expositivo da Galeria o FILE promove outros dois eventos:
    FILE Hipersônica

    Uma das grandes atrações do Festival é a sexta edição do FILE Hipersônica que acontece entre os dias 5 e 8 de agosto no Teatro do SESI - Paulista, com entrada franca. O Hipersônica é um evento que dá ênfase às manifestações musicais, sonoras, visuais e performáticas da arte eletrônica. Nesta edição se apresentam nove artistas brasileiros e estrangeiros que trabalham no limiar da música e da imagem. As apresentações explorarão diferentes técnicas de captação, produção, emissão e programação do som.

    Programação:

    5/8(TERÇA-FEIRA)
    20h Andrei Thomaz (Brasil)
    21h Bernhard Gal (Áustria)

    6/8(QUARTA-FEIRA)
    20h +Zero [a.k.a. +zero do brasil] (Brasil)
    21h luiz duVa (Brasil)

    7/8(QUINTA-FEIRA)
    20h Henrique Roscoe (a.k.a. 1mpar) (Brasil)
    21h Jose Hinestrosa & Tetsu Kondo (USA)

    8/8(SEXTA-FEIRA)
    20h N-1 (Brasil)
    21h Wilson Sukorski (Brasil)


    FILE Symposium

    O evento realiza também o FILE Symposium, que acontece no Mezanino do Centro Cultural Fiesp, de 5 a 8 de agosto com o objetivo de criar um novo ponto de referência fora do eixo Europa/EUA, para discutir a cultura digital eletrônica em suas relações internacionais e ampliar o diálogo sobre a cultura digital em sua extensão interdisciplinar. O FILE Symposium, um espaço para o debate sobre as novas mídias, terá mesas das quais participarão artistas, teóricos e pesquisadores brasileiros e estrangeiros da área de arte-tecnologia. O Symposium também é uma oportunidade para ver apresentações de artistas que estão mostrando trabalhos na Galeria. As inscrições são gratuitas com vagas limitadas e podem ser realizadas no site http://www.file.org.br .

    Destaques:

    • Palestra: Oito milhões de pixels em imagem de quatro quilates
    Apresentação da tecnologia 4K em relação a um cinema do futuro como uma nova estética e uma nova imagem em seu nascimento. Serão feitas considerações sobre o primeiro cinema e as produções atuais em 4k. Sheldon Brown apresentará a fidelidade em 4K por meio de seu trabalho “Scalable City”.
    • Palestra: A cultura do software
    Lançamento do grupo de estudos Software Studies no Brasil, em parceria com o FILE Labo, será realizado com teleconferência de Lev Manovich e Noah Wardrip-Fruin e palestra de Cicero Silva. Software Studies é um novo campo de pesquisa intelectual que está começando a surgir e tem a intenção de ser a peça-chave para estabelecer esse campo de pesquisa na área acadêmica. Os projetos selecionados se tornarão modelos de como efetivamente pode-se estudar a "sociedade do software". Por meio de workshops, publicações, seminários e congressos na Universidade da Califórnia em San Diego (UCSD) e nos laboratórios afiliados como o FILE Labo, disseminados tanto pela web quanto em publicações impressas, pretende-se difundir a ampla visão do Software Studies na sociedade.

    SERVIÇO
    http://www.file.org.br

    FILE - Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (exposição)
    ABERTURA PARA CONVIDADOS: 4 de agosto, às 19h30
    Local: Galeria de Arte do SESI - Av. Paulista, 1313
    Datas e horários: de 5 a 31 de agosto de 2008 - de terça-feira a sábado, das 10h às 20h, às segundas-feiras, das 11h às 20h e aos domingos, das 10h às 19h.
    Informações: 11 3146-7405 / 3146-7406
    Agendamento de grupos: de segunda-feira a sexta-feira, das 10 às 13h e das 14 às 17h, pelo telefone 3146-7396 / falar com Leni
    Entrada franca
    FILE - HIPERSÔNICA

    Local: Teatro do SESI – Paulista
    Endereço: Av. Paulista, 1313

    Datas e horários: de 5 a 8 de agosto 2008, às 20h
    Informações: http://www.file.org.br
    Retirar convite no dia a partir das 12h
    FILE - SYMPOSIUM

    Local: Mezanino do Centro Cultural Fiesp- Av. Paulista, 1313
    Datas e horários: de 5 a 8 de agosto 2008, das 14h às 19h.

    Inscrições online no site http://www.file.org.br

Palavras chave (tags): , ,
Link: http://www.file.org.br
Preço médio: Grátis
 
Reporte um erro Reporte um erro ou abuso neste evento Convide amigos Convide amigos para irem com você
 

Nenhum horário encontrado a partir do dia 25 de julho de 2017. Por favor, verifique as datas anteriores.

 

Registre-se para postar um comentário aqui